O que não fazer quando os filhos estão com febre?

Esse é o principal motivo de procura por atendimento nas emergências ou nos consultórios médicos.

 

Foto: Visual Hunt

por dr. Marco Aurélio Palazzi Sáfadi

Um assunto que preocupa muito as mães é quando o filho apresenta febre. Afinal, o que fazer e como tratar a febre em crianças? Esse é o principal motivo de procura por atendimento nas emergências ou nos consultórios médicos. É essencial lembrar que a febre não é uma doença, mas uma reação do organismo frente a alguma ocorrência e, de maneira geral, não há necessidade de pânico.

É importante evitar algumas medidas que são usadas com bastante frequência e que, em lugar de ajudar, prejudicam a criança com febre. Não coloque, por exemplo, o seu filho com febre num banho frio! Quando você faz isso, a febre vai diminuir num primeiro momento, mas o impacto vai provocar mal-estar e calafrios – e, assim que você retirar a criança do banho frio, a temperatura vai sofrer um rebote. E vai se tornar mais alta de novo.

Um segundo erro frequentemente cometido são os banhos com álcool. Nunca coloque compressas com álcool no seu filho quando ele estiver com febre. Ele pode inalar a substância, o que representa um risco. Também pode provocar queimaduras na pele dele. Antes de ser medicada, a criança pode ser colocada num banho morno até que diminua a temperatura, mas nunca num banho em água gelada ou em álcool!

Artigo:

Marco Aurélio Palazzi Sáfadi é Diretor do Departamento de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

 

Gostou? Então curta a Revista Superação Mãe também no Facebook.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outras postagens